O assunto de hoje é: Ame seu filho com o NÃO!

Como assim Camila?
Bem! Esse assunto é evitado por muitos pais hoje em dia, porque dizer não para o filho sem dúvidas é desgastante e contrária suas vontades assim provocando choro e possivelmente uns gritos agudos que podem chegar a quebrar uma taça de cristal, sem contar nas birras como sapatear em forma de samba, e a famosa birra se jogando no chão. Mas apesar de tudo isso, existem muito mais benefícios dizer NÃO na hora certa do que deixar o filho fazer o que quiser.
Dizer não é um modo de disciplinar, e é importante sempre que necessário para que ele consiga enfrentar sem sofrimento quando for repreendido pelo mundo.Pessoas com dificuldade de lhe dar com o não tendem a ser frustrados. A mestre em Educação Tania Zagury, que também é filósofa e professora de Psicologia da Educação, explica que “quando, desde pequeno, não se ensina ao filho que há coisas que ele pode fazer e outras não, ele se tornará uma pessoa que não compreende a sociedade, se não repreendida e devidamente disciplinada com amor, a criança pode crescer com um comportamento inadequado para as interações sociais, como em relação aos amigos da escola, e acabar vivendo as consequências disso no futuro. Afinal, nem sempre ganhamos, e não saber ouvir o “não” é tão importante quanto ter disciplina para estudar para as provas da escola.
Por mais que pareça difícil, dizer não para os filhos é necessário, e ajuda a evitar complicações sérias na vida dos pequenos, agora e quando forem adultos.

Algumas pesquisas mostram, por exemplo, que profissionais da geração Y (que representa os nascidos na década de 1980 até meados de 1990), apesar de serem mais qualificados para o mercado de trabalho, são mais frustrados por sua dificuldade em lidar com o “não”. Eles reagem negativamente ao passarem por situações incômodas e não se dão bem quando suas sugestões são descartadas.
Ajudar os filhos a lidar com as frustrações e orientá- los sobre o que é razoável ou não os torna mais seguros e flexíveis. E mais: desenvolve neles a capacidade de saber se defender do que não faz bem e impor seus próprios limites. É exatamente esse o trabalho dos pais: mostrar aos filhos que nem sempre o ‘sim’ será possível. Com isso, estarão dando raízes profundas para as crianças se tornarem pessoas capazes de dizer ‘não’ também, como para recusar o convite às drogas por exemplo!
E é isso que Everson e eu fazemos com o nosso filho Oliver, dizemos não sempre que preciso, no começo não foi fácil pois as crianças não gostam de ser contrariadas, sem contar que dizer não demanda tempo, paciência e acima de tudo carinho, uma das melhores formas de mostrar seu amor é dizer não quando preciso, talvez hoje pareça inútil e desgastante, mas acredite é essencial para o embasamento do caráter do seu filho! Então se você não demostra o seu amor assim por ele, a partir de hoje faça diferente, ame com o não!

Referencias: http://www.boavontade.com/pt/educacao/importancia-de-dizer-nao-aos-filhos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s