Conceitos que compõe a identidade familiar Cristã!

pregação identidade espiritual

Comunicação

Provérbios 12 v.18 Há palavras que ferem como espada, mas a língua dos sábios traz a cura.

Provérbios 12 v. 25 O coração ansioso deprime o homem, mas uma palavra bondosa o anima.

A comunicação familiar é muito importante para uma boa interação seja ela através de olhares, palavras ou gestos. Provérbios 12 v. 18 parte A diz que, as palavras podem ferir como espada, então uma comunicação falhada ou uma comunicação abalada por problemas podem trazer o estresse que desencadeia a ansiedade, a ansiedade é algo que nos estimula a agir, porém isso com uma intensidade contínua pode prejudicar não só psicologicamente mais também fisiologicamente, trazendo mudança de humor, bloqueios na comunicação, porque tudo que nos traz confrontamento e estresse evitamos, e pode refletir fisicamente com palpitações sensação de falta de ar por exemplo. E em provérbios 12 v. 25 parte A diz que, o coração ansioso deprime o homem, então a ansiedade, a preocupação, o estresse faz parte da vida do ser humano, em provérbios 12 v 18 parte B também diz que, a língua dos sábios traz a cura, a solução está em uma comunicação saldável e sábia, saber expor como provérbios orienta, os problemas, tarefas ou alguma crítica é primordial em uma comunicação. Precisamos trabalhar em nós as palavras de encorajamento principalmente se somos muito críticos, porque quando formos expor algum problema ou critica sairá junto com isso palavras de ânimo e encorajamento abrindo caminhos para solução assim como diz provérbios 12 v 25 parte

B que, a palavra bondosa o anima.

Regras

Lucas 11:28 Antes, felizes são aqueles que ouvem a palavra de Deus e lhe obedecem”.

A regra familiar é muito importante para a estrutura, adequação, direção em determinadas situações, estabilidade e organização. E assim como um país precisa ser governado, a família para ter estabilidade e ordem também precisa ser governada, e quando falamos de estabilidade falamos de princípios de autoridade, é preciso ter alguém como autoridade para o direcionamento desses princípios. E na palavra do Senhor existem orientações para o direcionamento desses princípios e governo.

1. A maior autoridade que precisa existir no governo familiar é o criador e preservador da família que é Deus, a vida familiar deve ser vivida conforme a orientação bíblica assim como diz Lucas 11 v. 28 “Antes, felizes são aqueles que ouvem a palavra de Deus e lhe obedecem”.

2. A segunda autoridade que precisa existir é a patriarcal, O homem foi feito por Deus e assim Deus tem autoridade sobre o homem. A mulher foi formada do homem e ele tem autoridade sobre ela. Deus mostrou a sua vontade para o homem ter uma posição primária no lar. Essa posição, de ser formado primeiro, traz com ela responsabilidades intransferíveis das quais ele tem que dar conta diante de Deus, em Gênesis 3 v. 9 diz, “Mas o Senhor Deus chamou o homem, perguntando: “Onde está você? ” No jardim do Éden, depois do pecado, Deus veio chamando Adão e não Eva para explicar o que tinha acontecido. Deus falou com Adão como cabeça do lar e responsável pelas ações do lar.

3. A terceira autoridade é paterna e materna, uma família onde a autoridade dos pais não é reconhecida e respeitada, torna-se lugar de confusão e tristeza. Em Efésios 6 v.1 diz Filhos, obedeçam a seus pais no Senhor, pois isso é Justo, o texto mostra com muita clareza a importância da autoridade dos pais através de uma exortação direta aos filhos. Em muitas famílias os filhos obedecem mais ao pai do que à mãe, mas não é correto que seja assim. Tanto o pai quanto a mãe precisam exercer autoridade sobre os filhos assim como diz a palavra do Senhor em Colossenses 3. V20 Filhos, obedeçam a seus pais em tudo, pois isso agrada ao Senhor, essa passagem instrui que os filhos devem fazer o que os pais os dizem. Isso significa que a palavra dos pais é lei. Quando o filho é desobediente à palavra dos pais, ele quebra tanto a lei de Deus quanto a lei dos pais.

Rituais

Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas. Tudo o que vocês aprenderam, receberam, ouviram e viram em mim, ponham-no em prática. E o Deus da paz estará com vocês. Filipenses 4:8,9

Ritual é um conjunto de atividades organizadas, no qual as pessoas dentro da família se expressam por meio de gestos, símbolos, linguagem e comportamento, transmitindo um sentido coerente ao ritual, é um costume que caracteriza uma família, e na bíblia o Senhor nos deixa uma referência de hábitos que a família sem dúvidas deve praticar diariamente, filipenses diz que tudo que for verdadeiro, nobre, correto, puro, amável, de boa fama, com excelência, digno de louvor, esteja sempre conosco, e que sigamos os passos do Senhor e o imitamos. Nós como pais somos referencias para nossos filhos, assim como temos que imitar o nosso Senhor, os filhos precisam nos imitar, bons costumes e hábitos cotidianos são muito importante para o desenvolvimento dos filhos, a união da família e a seu caráter.

Crenças

Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados” (Mateus 6.33-34).

“Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará” (Salmos 37.5).

A crença é a convicção íntima, é opinião que se adota com fé e certeza, ela pode influenciar de várias maneiras o nosso olhar da realidade como por exemplo, no trabalho, na escola nos relacionamentos e principalmente na família. Através da convicção segundo a palavra de Deus, a nossa família

pode ter uma leitura conforme a vontade de Deus não só espiritual mais literária da realidade, o Senhor quer que apenas busquemos o céu, desejemos o céu, quer que creiamos e confiemos nele. Confiar em Deus significa acreditar que ele nos protege e supre todas as nossas necessidades, significa entregar a Deus o controle de todos os acontecimentos de nossa existência terrena, significa ter como certo que Ele cumpre suas promessas para com seus filhos, especialmente as que dizem respeito à vida eterna. É de estrema importância estabelecer claramente no que acredito, o que tenho como verdade e entregar sem reservas os caminhos ao Senhor assim como diz sua palavra em Salmos 35 V.5 “entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará”.

Padrão de afetividade

A afetividade direciona o ser humano a revelar os seus sentimentos em relação aos outros. As relações e laços criados pela afetividade não são baseados somente em sentimentos, mas também em atitudes. Isso significa que em um relacionamento, existem várias atitudes que precisam ser cultivadas, para que o relacionamento prospere. E da mesma forma que temos sentimentos e demonstramos de várias maneiras, o nosso Deus também manifesta emoções e demonstra, podemos encontrar nas Escrituras Sagradas o registro de algumas das emoções de Deus:

TRISTEZA: “Apesar disso, eles se revoltaram e entristeceram o seu Espírito Santo. Por isso ele se tornou inimigo deles e lutou pessoalmente contra eles. ” Isaías 63:10

IRRITAÇÃO E CIÚMES: “Eles o irritaram com os altares idólatras; com os seus ídolos lhe provocaram ciúmes”. Salmos 78:58

ENFURECE: “Sabendo-o Deus, enfureceu-se e rejeitou totalmente Israel’; Salmos 78:59)

IRA: “Então o Senhor se irou com Moisés e lhe disse…”Êxodo 4:14

ENTERNECE – COMPAIXÃO: “Como posso desistir de você, Efraim? Como posso entregá-lo nas mãos de outros, Israel? Como posso tratá-lo como tratei Admá? Como posso fazer com você o que fiz com Zeboim? O meu coração está enternecido, despertou-se toda a minha compaixão. ” Oséias 11:8

ALEGRIA: “Pois o Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo” Romanos 14:17

Contudo, o sentimento predominante do Senhor nosso Deus é o amor assim como em 1 João 4 V.8 diz: “Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor”.

O Senhor quer que o imitemos, devemos demostrar nossos sentimentos assim como o Senhor demonstra a nós, devemos dizer e demonstrar a nossa afetividade da mesma forma que o Senhor nos demonstra. Em Efésios 5 V.25 diz; Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela.

Repetições

“Agora temam o Senhor e sirvam-no com integridade e fidelidade. Joguem fora os deuses que os seus antepassados adoraram além do Eufrates e no Egito, e sirvam ao Senhor. Se, porém, não lhes agrada servir ao Senhor, escolham hoje a quem irão servir, se aos deuses que os seus antepassados serviram além do Eufrates, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra vocês estão vivendo. Mas, eu e a minha família serviremos ao Senhor”. Então o povo respondeu: “Longe de nós abandonar o Senhor para servir outros deuses! Foi o próprio Senhor, o nosso Deus, que nos tirou, a nós e a nossos pais, do Egito, daquela terra de escravidão, e realizou aquelas grandes maravilhas diante dos nossos olhos. Ele nos protegeu no caminho e entre as nações pelas quais passamos. Josué 24:14-17

Repetição na família algo é muito importante, pois são nelas que você consegue enxergar se realmente tudo que você ensinou tanto coisas boas ruins, simples ou complexas para seus filhos geraram efeitos, e que levaram a diante para as próximas gerações. Mais nem sempre as repetições de

antepassados são o adequado ou o correto que se encaixe para a nossa família. Josué convocou todas as tribos de Israel em nome do Senhor, e o Senhor disse que há muito tempo os antepassados de Israel prestavam culto a outros deuses, e trouxe a memória tudo o que o Senhor deu como herança para Israel, os milagres e vitórias de guerras conquistadas, e continuou dizendo que precisavam temer ao Senhor e servi-lo com integridade e fidelidade, e que se livrassem de outros deuses que os seus antepassados adoraram.

Nossa família, nossos filhos precisam levar o que é de melhor para as próximas gerações, é preciso ver o que temos como repetição, e se ele se encaixa no manual que o Senhor deixou para nossa família, nós com cristãos precisamos ter verdadeiramente atitudes, maneiras e palavras que agradem ao Senhor, e nunca podemos esquecer que nossos filhos nos observam e nos imitam, precisamos criar memórias positivas porque um dia eles lembraram e imitaram talvez algo simples, mais que fará grande diferença em seu lar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s